Piloto aventureiro que apresentou série no “Fantástico” faz palestra na DAE

img_17-349-600-400-100

O engenheiro e aviador aventureiro Gérard Moss, que apresentou a série “Asas do Vento”, exibida pelo “Fantástico, da TV Globo, estará em Jundiaí no dia 19 de março, às 14h, para participar da programação da Semana da Água realizada pela DAE S.A. Ele ministrará a palestra “Brasil das Águas” no auditório Planeta Água, na sede da empresa,

A palestra é gratuita e aberta a toda a população mas para participar é necessário fazer inscrição antecipada (até o dia 15), pelo e-mail eventos@daejundiai.com.br, informando nome, idade, profissão e telefone para contato.  As vagas são limitadas.

Em Jundiaí o engenheiro conta a experiência desse projeto desenvolvido entre outubro de 2003 e dezembro de 2004, no qual desenvolveu um método de coleta de amostras de água utilizando um avião anfíbio Lake Renegade apelidado de Talha-mar, que foi transformado em laboratório aéreo. Esse laboratório interno foi totalmente desenhado e montado pela própria equipe Brasil das Águas, com tecnologia 100% brasileira.

Durante 14 meses, Gerard sobrevoou diferentes regiões do país, na companhia da mulher, a fotógrafa Margi, coletando 1.160 amostras de água de 524 rios, lagos e reservatórios.

Foram 800 horas de vôo em 120.000 km – o equivalente a mais de duas voltas em torno da Terra –, em situações bastante arriscadas, que exigiram sangue frio e comprometimento com o objetivo e os resultados. As amostras foram coletadas de 524 rios, lagos e reservatórios diferentes.

Baseado nos resultados obtidos pelas análises realizadas por pesquisadores de várias instituições brasileiras como a IEE (São Carlos) e a UFRJ, foi possível desenhar um mapa mostrando a saúde das águas doces no momento da coleta e identificar ambientes não contaminados para que possam ser conservados.

Em Jundiaí o ambientalista fala sobre as águas do Brasil e do mundo, apresenta os desafios enfrentados durante o  projeto, enfatizando a importância da população agir com responsabilidade, usando a água racionalmente, com pensamento coletivo.

Quem é Gérard Moss

Engenheiro mecânico e empresário criado na Suíça e naturalizado brasileiro, Gérard começou a voar em 1983. Radicado no Brasil desde os anos 1980, ao lado da mulher transformou  o hobby da aviação em projetos de pesquisa e comunicação de questões  ambientais, sempre com foco no tema água.

Entre 1989 e 1992, com apenas 400 horas de voo, partiu para uma volta ao mundo com a mulher pilotando um monomotor Sertanejo fabricado pela Embraer. Em 2001, fez um voo histórico, a primeira volta ao mundo em um motoplanador, utilizando um Ximango fabricado em Porto Alegre. Nesse projeto Asas do Vento, de voo solo, ele transmitiu semanalmente para o Fantástico imagens gravadas no trajetória pelos quatro cantos da Terra. Nessa aventura notou que a degradação ambiental era um problema  generalizado e passou a desenvolver projetos nessa área.

Além de “Brasil das Águas”, Gérard Moss comandou de outros projetos ligados à água, sempre com patrocínio do Programa Petrobas Ambiental, entre eles o atual, Rios Voadores, onde pilotou um balão usado como plataforma científica em sobrevôos na Amazônia para a realização de coletas de amostras nos rios voadores, correntes de ar carregadas de vapor, que atravessam a Amazônia e trazem a umidade para outras regiões do Brasil.

O Projeto Rios Voadores foi uma expedição brasileira e pioneira para estudar a relação entre o transporte de vapor de água da Amazônia e o ciclo de chuvas no país.

Serviço

Evento: Palestra – Brasil das Águas, dia 19 de março, às 14h

Local: DAE S/A – Auditório Planeta Água – Rod. Vereador Geraldo Dias, 1500  Vila Hortolândia

Informações: (11) 4589-1485

Inscrições: eventos@daejundiai.com.br

Coruja rara é encontrada na rodovia Dom Pedro

A ave foi encontrada no canteiro central da rodovia, na altura do km 115, em Itatiba

A equipe do Meio Ambiente da Rota das Bandeiras, concessionária responsável pela administração das rodovias que formam o Corredor Dom Pedro, “realizou o resgate” de uma coruja da espécie Strix huhula, também conhecida popularmente como coruja-preta, bastante rara na região Sudeste do país.

O animal, que impressiona pela beleza de sua penugem,  foi encontrado no canteiro central da rodovia Dom Pedro I (SP-065), na altura do km 115, em Itatiba e encaminhado ao zoológico de Paulínia sob os cuidados do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), entidade na qual a concessionária mantém parceria para atender situações como esta envolvendo animais silvestres.

Crédito das fotos: Fernando Maia/Rota das Bandeiras

DAE organiza exposição de fotos em comemoração ao Dia Mundial da Água

A água esverdeada da represa da DAE no vetor leste da Serra do Japi é uma alternativa hídrica para Jundiaí. Foto tirada pelo jornalista da ONG, Mauro Utida

A DAE S.A. realiza, em 22 de março, no Gabinete de Leitura Ruy Barbosa, a exposição fotográfica “A Água em Jundiaí”. O evento faz parte das comemorações ao Dia Mundial da Água – 22 de março.

Podem participar da exposição fotógrafos amadores e profissionais, com imagens referentes ao tema, feitas no município de Jundiaí.

A água, enquanto elemento de inspiração, poderá aparecer em diferentes situações (chuva, mananciais ou represa de abastecimento ectc) mas as fotos devem remeter à importância da preservação desse recurso cada vez mais escasso no planeta.

As fotos podem ser coloridas ou preto e branco e devem ser enviadas até o dia 13 de março, ao e-mail eventos@daejundiai.com.br, no tamanho 30 x 40, em 300 dpi.

No envio da imagem o participante deve informar o nome completo, idade, RG, telefone para contato e dados sobre a foto (local onde foi tirada e horário). Também deve autorizar o uso da imagem em todo e qualquer material a ser utilizado em campanhas institucional da DAE S.A. (outdoor; folhetos em geral, anúncios etc).

Farão parte da exposição 25 imagens enviadas à DAE, previamente selecionadas pelos organizadores, levando em consideração a adequação ao tema e a boa qualidade da foto (resolução). As fotos permanecerão no Gabinete até o dia 19 de abril.

Outras informações pelos telefones (11) 4589-1485 ou  4589-1354.

Projeto do COATI concorre em concurso latino de soluções sustentáveis

O separador do Coati se mostrou eficiente e totalmente passível de concorrência com os produtos disponíveis no mercado

A ONG COATI participa da edição 2013 do Eco-Challenge com o projeto da caixa separadora de baixo custo de água e óleo para oficinas mecânicas. O concurso é organizado pela Young Americas Business Truts (YABT), em cooperação com a Organização dos Estados Americanos (OEA).

Os finalistas serão anunciados em abril e a premiação ocorre em junho. O vencedor de cada categoria ganha R$ 5 mil cada. A categoria Eco-Challenge tem o objetivo de incentivar a criação de soluções sustentáveis e inovadoras para solução de problemas ambientais atuais. Também há as categorias “Talento e Inovação” e “TIC Colômbia”.

O projeto da ONG COATI propõe uma alternativa de baixo custo para remoção de óleos residuais em oficinas mecânicas. Além de ser de baixo custo, a caixa é de fácil montagem , permitindo o uso de materiais recicláveis.

O responsável por inscrever o projeto no concurso foi o diretor geral e químico César Toledo. Ele informa que tomando como base a cidade de Jundiaí, que conta com aproximadamente 170 oficinas cadastradas na prefeitura, se todas aderirem ao projeto mais de 17m³/mês de óleos lubrificantes no esgoto. “Cada oficina que aderir o projeto recebe um certificado de Responsabilidade Socioambiental da ONG”, declara.

Os separadores de água e óleo disponíveis no mercado custam em média R$ 5 mil, um custo alto para a maioria das oficinas mecânicas. O separador desenvolvido pela ONG COATI tem um custo de produção de apenas R$ 35,00. “Além da viabilidade financeira, o nosso separador mostrou eficiente e totalmente passível de concorrência com os produtos disponíveis no mercado”, informa Toledo.

Inscrições abertas para o Programa de estágio COATI 2013

As inscrições para o Programa de Estágio 2013 da ONG COATI já estão abertas. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail coati@coati.org.br para solicitar maiores informações. O período para envio e cadastro por e-mail segue até o dia 20 de fevereiro, quarta-feira.

O estágio da ONG COATI oferece uma oportunidade para alunos de diversas áreas do conhecimento desenvolverem projetos e pesquisas com foco ambiental. O programa tem o objetivo de proporcionar um espaço para o desenvolvimento de atividades na área de meio ambiente para alunos de cursos afins,  buscando uma interação entre teoria e prática.

O programa é totalmente voluntário e as horas são registradas para conclusão do estágio obrigatório dos cursos que apresentam essa exigência.

Teremos uma reunião específica SOMENTE COM OS CADASTRADOS no dia 23 de fevereiro, às 15h30 em nossa sede em Jundiaí, na rua Prudente de Moraes, 596, Centro.

Mais informações clique aqui.

Eco Pedal na Juréia

Eco Pedal

Nos dias 20 e 21 de abril, sábado e domingo, a ONG COATI, por meio do Coati Adventure, realiza o Eco Pedal na Juréia, com o apoio da bicicletária Gebran Bikers. As vagas são limitadas. O valor será de R$ 380,00 por pessoa ou em duas vezes de R$ 190,00. A primeira parcela é para o dia 20 de março.

Serão 60 km de percurso passando por lugares fantásticos da Estação Ecológica Itatins-Juréia, em Peruíbe-SP, com lindas praias e cachoeiras.

O pacote inclui transporte (a saída será em Campo Limpo Paulista), hospedagem no núcleo de atividades COATI-Juréia, localizado na Vila Barra do Una e alimentação completa.

Os interessados devem entrar em contato com o diretor de Ecoturismo da ONG, Fábio Patelli, pelos telefones (11) 9 95370770 (Vivo) e (11) 9 87407339 (Tim), ou com Sergio Gebran (11) 4039-4518.